quarta-feira, 23 de março de 2011

Como se proteger dos raios numa tempestade elétrica

Temporais e tempestades são comuns no Brasil, principalmente nos meses de verão. As regiões Sul e Sudeste do Brasil são as que mais sofrem sofrem com as descargas elétricas e enchentes (www.inpe.br). Para os que estão sempre em contato com a natureza, seguem algumas informações importantes:

- não existe lugar seguro em ambiente externo como montanhas, pastos, etc;

- o fator mais atrativo para os raios são as pontas, principalmente as metálicas. Uma pessoa em pé, molhada de chuva e/ou de suor num descampado é um exemplo de ponta;

- barcos são razoavelmente seguros. Segundo dados do American Boat and Yatch Council, entre centenas de milhares de barcos de recreio nos EUA apenas entre 30 e 100 são atingidos por raios anualmente. Mesmo sendo um índice bastante baixo, o citado órgão recomenda a instalação, nas embarcações, de um para-ráio ligado diretamente à água;

- barracas não oferecem proteção alguma;

- em caso de raios em campo aberto não fique em grupo, separe-se dos demais em torno de 5 metros;. se estiverem de carro, ótimo: entrem todos nele. O carro é uma gaiola de faraday, onde a descarga do raio se distribui homogeneramente na carroceria de metal, deixando o seu interior protegido;

- livre-se de quaisquer equipamentos metálicos, principalmente guarda-chuvas com ponta;

- não se abrigue em árvores isoladas; ao invés disso, procure desfiladeiros ou vales;

- no caso de pegar uma tempestade elétrica numa montanha não existe muito o que fazer já que não existe um lugar isolado com pára-raios. Eu não faria montanhismo em tardes de verão, principalmente quando há previsão de temporais.

Em atividades em época de chuvas fortes (verão) eu sempre procuro ver a previsão do tempo e programar para ou voltar antes do final da tarde ou estar abrigado nesse horário.

Se você estiver em um local sem um abrigo próximo, sintomas como pêlos arrepiados e coceira na pele podem ser uma indicação de que um raio está preste a cair; portanto, ajoelhe-se e curve-se para frente, colocando suas mãos nos joelhos e sua cabeça entre eles. Não se deite no chão.

Algumas informações importantes sobre tempestades e raios:

O jornal O Estado de S.Paulo noticiou em 21 de fevereiro de 2008 que houve 22 mortes por raios nos primeiros 50 dias de 2008 em oposição a 46 vítimas em todo o ano anterior (2007), sugerindo um aumento do número de acidentes. A maior parte dos acidentes se concentra no Estado de São Paulo.

O INPE informa também que houve aumento em 35% no número de raios na região sudeste do país em 2008 em relação ao mesmo período de 2007, a explicação para o aumento da incidência de raios está no fenômeno La Niña, que é o esfriamento de águas do Oceano Pacífico. Esse fenômeno climático está aumentando a incidência de raios no Brasil e a região mais afetada é exatamente a sudeste.

No ano de 2001 em que o fenômeno “La Niña” marcou presença, o número de mortes por raio atingiu 73 óbitos, o mais alto até agora no país.

A maior parte das vezes os acidentes ocorrem no fim da tarde. Dados norte-americanos mostram que antigamente as vítimas eram fazendeiros e marinheiros, mas hoje em dia são adeptos do ecoturismo e atividades esportivas em locais abertos e de maior altitude. Há casos documentados em vídeo de jogadores de futebol atingidos em campo. Eu já li no jornal, há muitos anos, casos isolados de nadadores mortos por raios na Praia de Copacabana. Com efeito, certa vez eu estava no Cristo Redentor e uma tempestade se formou no fundo da baía da Guanabara. Presenciei inúmeros raios caindo na água do mar, que possui em média 35 gramas de sais minerais por litro.

Um fato curioso no caso das mortes por raio é que a causa da mesma é realmente uma parada cardio-respiratória, que não passa de evento terminal de tantas outras causas de morte. Porém, o dano ocasionado pelo raio pode ser decorrente da própria voltagem do relâmpago, do trauma provocado pelo raio ou pelo excesso de contrações musculares. A maioria das vítimas fica sem respirar e sem batimentos cardíacos, mas consegue recobrar as funções espontaneamente. Acredita-se que há uma cessação dos movimentos respiratórios e circulatórios por curto intervalo de tempo, mas depois disso as funções cerebrais reassumem o comando. Por esse motivo, recomenda-se sempre iniciar manobras de ressuscitação em quem foi atingido por raio, mesmo que aparente estar morto. Em outros termos, é como se um hipotético “disjuntor caísse” e alguém o ligasse novamente, restabelecendo a energia no organismo, ou seja, os batimentos cardíacos e os movimentos respiratórios. O fator de risco preponderante é a intensidade da corrente elétrica e não a voltagem propriamente dita.

As formas de acidente por raio são de quatro tipos :

Direta – o raio cai sobre uma pessoa em pé em um lugar aberto, entrando pela cabeça (entra no crânio pelos orifícios), atravessa externamente e internamente a pessoa e sai pelo solo. Esse tipo de acidente é o que faz o maior número de vítimas.

Por contato – o raio atinge um objeto próximo a pessoa, transferindo-se para ela. Os objetos de contato podem ser tacos de golf, guarda-chuvas ou,por exemplo, um molho de chaves.

Por espalhamento (splash) – ocorre quando a tempestade está em cima de uma área cheia de árvores e o raio cai sobre uma delas, e se espalha pelas pessoas em volta. Pode ocorrer também dentro de casa, se a vítima estiver utilizando telefone com fio. É o tipo mais comum de acidente.

Em onda – a última forma é quando o raio atinge o solo e viaja em círculos (igual a quando lançamos uma pedra em um lago) e quem estiver no raio da onda é atingido.

Traduzido e adaptado das seguintes fontes:

http://ciencia.hsw.uol.com.br/acidentes-com-raios-no-brasil.htm

http://www.lightningsafety.noaa.gov/overview.htm

http://www.inpe.br

34 comentários:

  1. Boa Tarde sou o Lucas da respostas yahoo, da pedra raio meu e mail aki :

    lukas.pm@bol.com.br ( e mail)

    lucas.mp16@hotmail.com ( e msn)


    add ae que te mando as imagens do meteorito....

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Acho que encontrei uma pedra de raio e gostaria de mandar fotos dela para voce analizar e me dizer o que acha, peço que me mande seu email para eu poder manter um melhor contato
    Obrigada
    Elda Feitosa

    ResponderExcluir
  3. desculpe esqueci de postar meu email.
    eldinha_2008@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá sou o Leonardo e achei uma pedra raio de metal, gostaria que alguem analizasse e me falasse se trata mesmo de uma pedra rara, tenho várias fotos dela e posso mandar a qualquer hora.
    me adicione e me mandem um email.
    leo.f08@hotmail.com (email)
    bladeleo@yahoo.com.br (msn)

    ResponderExcluir
  5. Prof: Sergio tenho interesse de vender uma pedra raio, gostaria que vc analizasse primeiro, me mando um email que eu te retorno e envio as fotos da pedra!!!
    leo.f08@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá meu nome é wellington e meu cunhado encontrol um possivel meteorito de metal meu e-mail para contato Tec_wellington@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Sergio vi seu cointacto na internet e que é geologo, tenho uma pedra que gostaria que visse. Deixo o meu contacto josebarradas250@msn.com
    Envie seu email para poder lhe enviar fotos para ver.
    Obrigado e um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Ola Sergio
    Tenho umas dessas pedras de raio, entre em cantacto comigo.
    Meu email flavia.capivara@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. oi sergio encontrei uma pedra de raio que gostaria que voce analisasse por favor entre em contato com esse email fernanda.fba@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Peguei uma resposta do Sr. Sergio sobre pedra raio. Tenho uma trazida a 18 anos do Mato Grosso e queria mais informacoes sobre ela. Se possivel me passe um e-mail para adilson_teixeira@ibest.com.br para trocar informacoes.

    ResponderExcluir
  11. eu encontrei uma pedra de raio e quero vende-la quero sabe quem compra e quanto vale contato;email nice_bernardes_roo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. tenho 10 pedras de raio e quero vender. dinei-costa@hotmail.com 65 99881695

    ResponderExcluir
  13. Olá Sérgio, Sou a Val, tenho uma pedra de raio pra vender, gostaria de ouvir sua opnião, pode me enviar um email, pra te enviar uma foto?

    ResponderExcluir
  14. olá tenho 2 pedras de raio q pesam juntas mais de 1kg
    tenho interesse em vendelas.
    interessados me ligue. tel.28-99236229 marataizesES.

    ResponderExcluir
  15. tenho 3 pedras de raio e quero vende-las entre em contato comigo por favor meu e-mail robertoxavier37@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. ola, encontrei uma pedra bem diferente, em um formato oval de 20 centimetro de comprimento, ela atrai ima, é bem aspera,com milhoes de pontos brilhante, comparando com porpurina, gostaria de lhe enviar algumas fotos, meu e-mail é wendelplx@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. meo nome e jupira tenho uma pedra que parece que e pedra de raio filmei e coloquei no youtb ela gruda ima e escura por fora e pesada cheira ferro quando lixada o link e pedra presente.. de uma olhada se puder .. 013 97814658 ..013.. 96409716..ju

    ResponderExcluir
  18. ola tenho uma pedras de raio pretedo vender uma delas enteteresados e-mail deksmartins@hotmail.com id=55*934*23562 martins

    ResponderExcluir
  19. Olá tenho umas pedras de curisco e queria vender, mais detalhes marlon@ajuru.com.br

    ResponderExcluir
  20. amigo gostaria de mostrar fotos da minha pedra meu email e MARCOSFL2011@LIVE.COM as fotos ja estao na mao apenas esperando seu email abraços

    ResponderExcluir
  21. ola sergio, tbm tenho uma pedra de raio ou corisco nunca vi nada igual, linda rajada cinza branco e preto.

    gerlanorocha@hotmail.com

    quero sua ajuda e sabedoria.

    ResponderExcluir
  22. ola tenho uma pedra de raio quero vendela vc compra meu email e ; dilsinho.moto@hotmail.com moro em minas gerais ok deixe recado no email que te ligo e vemos te mais

    ResponderExcluir
  23. Olá Sérgio! Tenho 1 pedra de raio desejo saber quanto vale. Meu contato josineidesoares@bol.com.br.

    ResponderExcluir
  24. bom dia amigo eu tenho uma pedra curisco para vender ela tem a forma de um, machado.. se voce tever entsse eu posso mandar as fotos dela para voce meu telefone e (74)8819977 oi (74)91284252 tim meu email e (adalto478@gmail.com) agurdo o seu contato

    ResponderExcluir
  25. interessados..
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-575921422-pedra-curisco-_JM

    ResponderExcluir
  26. tinha 5 pedras de raio, eu perdi uma, as 4 que eu tenho está quase dando 1kg, elas brilham muito, parece que tem uns cristais. Quero vender.
    www.facebook.com.br/jamuelaraujo esse é o meu contato.

    ResponderExcluir
  27. Meu tio encontrou uma pedra dessas, gostaria que alguém analisasse, se alguém puder me ajudar entre em contato nesse e-mail: soareskarini@yahoo.com.br , tenho fotos dela.

    ResponderExcluir
  28. oi tenho uma pedra raio que é dos meus antepassados e queria saber se a mesma tem algum valor se alguem poder me ajudar, ela é marrom bem bonita e diferente. contato email; maycon23@gmail.com

    ResponderExcluir
  29. ola Sergio. Tenho uma pedra de raio ou corisco, adiciona meu email que te mando fotos. Por favor, faça uma análise da mesma e se possivel uma avalição. Obrigado Jorge. Meu Email é jorgeluizviana@gmail.com

    ResponderExcluir
  30. ola, tenho uma machadinha perfeita parece que foi feita na lixadeira bem carijó pesa uns 500 g.qual pode ser o preço minimo só uma base. obrigado

    ResponderExcluir
  31. Ola, eu tenho uma pedra de raio ou corisco pois estou em duvida. Por favor, faça uma análise da mesma e se possivel uma avalição..
    Meu Email é izabela.agropara@gmail.com

    ResponderExcluir
  32. olá tenho uma pedra de raio, gostaria de uma análise sua, meu email: chinato.paulo@gmail.com, entre em contato que lhe envio as fotos.

    ResponderExcluir
  33. Oi, bom dia. Meu nome é Jô, gostaria de submeter uma pedra que tenho a um teste pra saber seu valor. "é um meteorito". Manda um e mail pra que eu possa enviar fotos. jobomfim@gmail.com

    ResponderExcluir
  34. Boa noite, gostaria de fazer um teste com uma q eu tenho, manda um e-mail para mauricinhoaraujo@hotmail.com

    ResponderExcluir